Concurso PM GO: despacho prevê 2 MIL VAGAS

Concurso PM GO tem banca definida e é uma das seleções mais aguardadas do estado. Após parecer favorável de Comandante, o edital deve sair em breve.

O concurso PM GO está cada vez mais perto de sair! A novidade é que foi publicado um despacho, sugerindo a oferta de 2.000 vagas na Polícia Militar de Goiás. No documento, a comandante de Gestão e Finanças da instituição, Vera Lúcia Vieira da Cunha Montagnini, se coloca a favor da realização do certame.

Além disso, o governador do estado, Ronaldo Caiado, já comentou sobre a possibilidade de autorização para o concurso, acreditando que “nós temos chances reais dela [a solicitação para realização do concurso] ser autorizada”, disse Caiado em uma entrevista coletiva.

A seleção já tem banca definida e o próximo passo seria lançar o edital. Confira mais detalhes sobre o concurso PM GO:

Situação atual do concurso PM GO

Por meio do Despacho n° 90/2021 Montagnini deu um parecer a favor da realização de uma nova seleção para Oficiais e Praças, abrangendo os níveis superior e médio de escolaridade. No documento, a Comandante expressa a necessidade de reposição de pessoal efetivo na corporação. Veja mais:

O concurso PM GO recebeu autorização ainda em 2017, quando o certame anterior foi finalizado. Em 2018, foi publicado no Diário Oficial de Goiás um extrato de contratação de banca organizadora. O escolhido para organizar o novo certame foi o Instituto AOCP. Veja o documento:

Com o atual despacho, o quantitativo de vagas foi mantido em 2.000, mas a divisão sofreu uma leve alteração.

Concurso PM GO: vagas e remuneração

A oferta provável é de 1.900 vagas para Soldados na função de Praças Combatentes e outras 100 para Cadetes, que ingressarão como Oficiais Combatentes. 

De acordo com o último edital do concurso PM GO, o subsídio oferecido para o cargo de Cadete é de R$ 5.401,43.

Para Soldado de 3ª Classe, o valor é de R$ 1.500,00. Contudo, essa última posição na polícia militar foi extinta em 2019. Portanto, o próximo concurso PM GO contará com cargo de Soltado de 2ª Classe e, sendo assim, a remuneração pode mudar.

Requisitos para Soldado da Polícia Militar de Goiás

  • Ter ensino superior;
  • Aprovação em concurso;
  • Ter nacionalidade brasileira ou gozar das prerrogativas dos Decretos Federais e da Constituição Federal;
  • Estar quite com as obrigações eleitorais;
  • Estar quite com as obrigações militares, para os candidatos do sexo masculino;
  • Ter idade mínima de 18 anos e máxima de 30 anos de idade na data da inscrição;
  • Ter altura mínima de 1,65m (sexo masculino) e 1,60m (sexo feminino);
  • Não ter sofrido condenação criminal com pena privativa de liberdade, medida de segurança ou qualquer condenação incompatível com a função de Policial Militar;
  • Não ter sido dispensado de Corporação das Forças Armadas, por incapacidade física definitiva ou moral, ou por motivo considerável incompatível com as exigências para a função Policial Militar, de acordo com a legislação em vigor;
  • Se Militar, estar classificado, no mínimo, no comportamento “BOM” e não figurar como indiciado em Inquérito Policial Militar ou Conselho de Disciplina, não responder a processo criminal relativo a fato ocorrido em consequência do serviço que constituía ilícito infamante, lesivo à honra ou ao pundonor militar;
  • Não ter sido desligado de estabelecimento militar por motivo disciplinar;
  • Possuir CNH B.

Requisitos para Cadete da Polícia Militar de Goiás

  • Ser bacharel em Direito;
  • Conseguir aprovação prévia neste Concurso Público;
  • Ser brasileiro nato;
  • Estar quite com as obrigações eleitorais;
  • Estar quite com as obrigações militares, para os candidatos do sexo masculino;
  • Encontrar-se em pleno gozo de seus direitos políticos e civis;
  • Não estar incompatibilizado para nova investidura em cargo público;
  • Ter aptidão física e mental e não apresentar deficiência que o incapacite para o exercício das funções do cargo para o qual concorre;
  • Ter idade mínima de 18 anos e máxima de 29 anos na data de incorporação/inclusão/matrícula;
  • Ter idade não superior a 32 anos quando na promoção ao primeiro posto, quando Civil, se Militar;
  • Ter 32 anos na data de matrícula e idade não superior a 35 anos quando na promoção ao primeiro posto;
  • Se Praça, estar classificado, no mínimo, no comportamento “BOM”;
  • Se Militar, não figurar como indiciado em Inquérito Policial Militar ou Conselho de Disciplina, não responder a processo criminal relativo a fato ocorrido em consequência do serviço que constituía ilícito infamante, lesivo à honra ou ao pundonor militar;
  • Ter altura mínima de 1,65m (sexo masculino) e 1,60m (sexo feminino);
  • Possuir CNH B;
  • Ter bons antecedentes e idoneidade moral;
  • Não ter sofrido condenação criminal com pena privativa de liberdade, medida de segurança ou qualquer condenação incompatível com a função Policial Militar;
  • Não ter sido dispensado de Corporação das Forças Armadas, por incapacidade física, definitiva ou moral, ou por motivo considerado incompatível com as exigências para a função Policial Militar, de acordo com a legislação em vigor;
  • Não ter sido desligado de estabelecimento militar por motivo disciplinar.

Último concurso PM GO

O último concurso PM GO aconteceu no ano de 2017 referente ao edital n° 005/2016, que oferecia 2.500 vagas. A banca contratada para organizar o certame foi a Funrio e as oportunidades foram divididas entre:

  • Soldado de 3ª Classe: 2.420 vagas, sendo 2.178 para homens e 242 para mulheres;
  • Cadete: 80 vagas, sendo 72 para homens e 8 para mulheres.

Foram realizadas quatro etapas no concurso PM GO, todas de caráter eliminatório. A primeira foi composta por provas objetivas e discursivas, e após a aprovação os candidatos eram submetidos a um teste de avaliação física. A terceira fase contou com avaliações médica e psicológica, enquanto a última etapa consistia em investigação social.

Ao todo, 41.829 pessoas se inscreveram no concurso PM GO 2016. Desse número, 2.585 candidatos conseguiram aprovação para os cargos abertos em 17 cidades do estado de Goiás. São elas:

  • Águas Lindas;
  • Anápolis;
  • Aparecida;
  • Catalão;
  • Ceres;
  • Formosa;
  • Goianésia;
  • Goiânia;
  • Goiás;
  • Iporá;
  • Itumbiara;
  • Jataí;
  • Luziânia;
  • Porangatu;
  • Posse;
  • Rio Verde;
  • Uruaçu.

Etapas do concurso PM GO

Conforme já comentamos, o concurso PM GO costuma contar com cinco fases:

Provas escritas

Parte da avaliação é objetiva e, de acordo com o último edital publicado, é formada por 85 questões de múltipla escolha acerca de:

  • Língua Portuguesa;
  • Realidade étnica, social, histórica, geográfica, cultural, 15 1 15 política e econômica do Estado de Goiás;
  • Direito Penal;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Processual Penal;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Penal Militar;
  • Direito Processual Penal Militar;
  • Legislação Extravagante.

Além disso, há também uma parte discursiva em que os inscritos devem redigir uma redação de até 30 linhas relacionado a conhecimentos específicos do cargo pretendido. Dessa forma são avaliados:

  • Adequação ao tema proposto;
  • Nível de argumentação;
  • Clareza e objetividade textual;
  • Gramática;
  • Elaboração crítica.

Somando tudo, os candidatos têm um prazo de cinco horas para finalizar a prova escrita.

Teste físico

Quem receber a aprovação é convocado para a segunda etapa de teste de aptidão física. Nessa etapa do concurso PM GO serão avaliados:

  • Tração na barra;
  • Flexão de Braços;
  • Abdominal Curl-up;
  • Corrida de 12 minutos;
  • Nado livre.

Demais etapas

Aqueles que forem considerados aptos passarão por avaliação médica feita pelo o Comando de Saúde da Polícia Militar. A análise contará com exame biométrico e antropométrico, avaliação do estado de saúde e apresentação de exames complementares como laboratoriais de sangue e urina, radiografias dos dentes e teste de drogas.

Posteriormente, é realizada uma avaliação psicológica para confirmar se os aspectos psicológicos dos candidatos são compatíveis com as funções. Portanto, serão avaliados níveis de agressividade e impulsividade, contato pessoal, reações emocionais, posicionamento em relação a normas e autoridades, além de outros.

Por fim, quem foi aprovado em todas as etapas anteriores do Concurso PM GO passa por uma investigação social. Ou seja, é feita uma pesquisa sobre a vida daquele indivíduo e todas suas ações nos anos anteriores à seleção. O objetivo é comprovar a idoneidade moral da pessoa perante a sociedade.

O que vai cair na prova da PM GO?

O conteúdo programático baseado em editais anteriores do concurso PM GO engloba:

  • Língua Portuguesa: linguagem, leitura, tipos de texto (jornais, revistas, fotografias, esculturas, músicas, vídeos, entre outros), estrutura textual, gramática;
  • Realidade Étnica, Social, Histórica, Geográfica, Cultural, Política e Econômica Do Estado De Goiás: formação econômica, modernização da agricultura, nação e região, diferenças regionais, urbanização e mudanças sociais;
  • Direito Penal: princípios constitucionais, a lei penal no tempo e no espaço, interpretação da lei penal, espécies de infração pena, sujeito ativo e sujeito passivo da infração penal, tipicidade, ilicitude, culpabilidade, punibilidade, excludentes de ilicitude e de culpabilidade, erro de tipo e de proibição, imputabilidade penal. Bem como concurso de pessoas e das penas, além de crimes contra a pessoa, patrimônio, costumes, a Paz Pública e contra a administração pública;
  • Direito Constitucional: princípios fundamentais, direitos e garantias fundamentais, a organização do Estado, a organização dos poderes, a defesa do Estado e das Instituições Democráticas, a administração pública;
  • Direito Processual Penal: princípios do Processo Penal, sistemas processuais, inquérito policial, espécies de ação penal, prova, prisão e da liberdade provisória;
  • Direito Administrativo: conceito, fontes, princípios, administração pública, agentes públicos, atos administrativos, poderes administrativos, uso e do abuso do poder, controle e responsabilização da administração;
  • Direito Penal Militar: aplicação da lei penal militar, crime, imputabilidade penal, concurso de agentes, penas principais e acessórias, efeitos da condenação, ação penal, extinção da punibilidade, crimes militares em tempo de paz, crimes contra a autoridade ou disciplina militar, crimes contra o serviço e o dever militar, crimes contra a Administração Militar;
  • Legislação Extravagante: Estatuto do Desarmamento, Estatuto da Criança e do Adolescente, Estatuto do Idoso, Código de Trânsito Brasileiro, Juizados Especiais Criminais, Lei Maria da Penha, Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas, crimes hediondos, crimes resultantes de preconceitos de raça ou de cor, apresentação e uso de documento de identificação pessoal. Bem como odireito de representação e o processo de responsabilidade administrativa, civil e penal, nos casos de Abuso de Autoridade. Também a definição dos crimes de tortura, crimes contra as Relações de Consumo, lei dos Crimes contra o Meio Ambiente e o Estatuto dos Policiais Militares do Estado de Goiás .

Cada concurseiro tem o seu jeito de se preparar para uma nova seleção, mas se você chegou agora neste universo pode começar estudando em casa uma hora por dia. Verifique quais são as matérias que geralmente caem e intercale os conteúdos. Cada dia use 30 minutos para estudar um tema. Por exemplo, no caso do concurso PM GO, em um dia você pode estudar um pouco de gramática e Direito Penal.

No dia seguinte estude História de Goiás e Direito Administrativo. Dessa forma, você não extrapola os limites do seu cérebro com apenas um assunto e deixa o estudo mais dinâmico. Uma boa ideia é fazer um mapa mental com as ideias principais de cada disciplina e suas ramificações. Depois de se acostumar com a rotina, você pode aumentar meia hora de cada dia e assim aprimorar sua forma de estudar para concurso.

Leia também

você pode gostar também

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa política de privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Ler mais