Concursos BR | AC | AL | AP | AM | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MT | MS | MG | PA | PB | PR | PE | PI | RJ | RN | RS | RO | RR | SC | SP | SE | TO

URBS – Urbanização de Curitiba S.A. – Paraná

URBS – URBANIZAÇÃO DE CURITIBA S.A.
ESTADO DO PARANÁ
EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2009

De acordo com o disposto no artigo 37, inciso II, da Constituição Federal e artigo 80, inciso II, da Lei Orgânica do Município de Curitiba, a URBS – Urbanização de Curitiba S.A., torna público, para conhecimento dos interessados, que estarão abertas as inscrições para o Concurso Público, destinado ao preenchimento gradual de vagas em seu quadro de pessoal e formação de cadastro- reserva, no cargo de AGENTE PROFISSIONAL na função de Administrador, Economista, Contador e Engenheiro Eletricista, satisfeitas as seguintes condições:

1 – DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 – O concurso será realizado sob a responsabilidade da Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR, obedecidas as normas deste Edital.

1.2 – As atribuições dos cargos constam no Anexo I deste Edital.

1.3 – O conteúdo programático de todas as funções consta no Anexo II deste Edital.

2-DAS INSCRIÇÕES

2.1 – As inscrições serão realizadas no período de 16 de março de 2009 à 06 de abril de 2009 até às 23:59 (horário de Brasília), via internet no site www.pucpr.br/processos_seletivos/concursos ou na Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR, situada na Rua Imaculada Conceição, nº. 1155, Prado Velho, Prédio do CCBS (Centro de Ciências Biológicas e da Saúde). No horário das 8h às 20h, de segunda a sexta-feira.

2.2 – O valor da taxa de inscrição é R$ 55,00 (cinqüenta e cinco reais), devendo ser pago até o dia do vencimento estipulado no boleto bancário, a ser impresso no momento da inscrição.

2.3 – Antes de efetuar o pagamento da taxa de inscrição o candidato deverá certificar-se de que preencheu todos os requisitos exigidos para a participação no Concurso Público, pois a taxa, uma vez paga, não será restituída em hipótese alguma.

3 – CONDIÇÕES

3.1 – Cargo: Agente Profissional

Condições comuns a todas as funções:

3.1.a) ser brasileiro nato ou naturalizado ou equiparado;

3.1.b) encontrar-se no pleno exercício dos direitos civis e políticos;

3.1.c) ter 18 (dezoito) anos ou mais na data da contratação;

3.1.d) possuir Carteira Nacional de Habilitação categoria B.

3.1.1. Função: Contador

3.1.1.a) possuir curso superior em Ciências Contábeis, na data da admissão;

3.1.1.b) possuir inscrição no CRC na data da admissão;

3.1.1.c) experiência em planilhas eletrônicas;

3.1.1.d) disponibilidade de horário para eventuais serviços extras;

3.1.1.e) experiência: 06 (seis) meses na função.

3.1.2. Função: Economista

3.1.2.a) possuir curso superior em Ciências Econômicas, na data da admissão;

3.1.2.b) conhecimentos em informática: Ambiente Windows, Processador de Texto, Planilha de Cálculo;

3.1.2.c) disponibilidade de horário para eventuais serviços extras;

3.1.2.d) experiência: 06 (seis) meses na função.

3.1.3. Função: Engenheiro Eletricista

3.1.3.a) possuir curso superior em Engenharia Elétrica (Eletrotécnico / Eletrônico), na data da admissão;

3.1.3.b) conhecimentos em informática: Auto Cad e Office;

3.1.3.c) disponibilidade de horário para eventuais serviços extras;

3.1.3.d) experiência: 06 (seis) meses na função.

3.1.4. Função: Administrador

3.1.4.a) possuir curso superior em Administração, na data da admissão;

3.1.4.b) disponibilidade de horário para eventuais serviços extras;

3.1.4.c) experiência: 06 (seis) meses na função.

4-DAS VAGAS DESTINADAS A CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

4.1 – Não há reserva de vagas para contratação imediata para candidatos portadores de deficiência em virtude do quantitativo de vagas oferecidas.

4.1.1 – Quando da convocação de candidatos integrantes do Cadastro de Reserva, será assegurada a contratação de um candidato portador de deficiência aprovado para cada 20 contratações de candidatos não deficientes.

4.2 – Ao candidato portador de deficiência é assegurado o direito de se inscrever no presente concurso público, desde que declare a deficiência de que é portador, comprovando-a através de Atestado Médico, em via original, que indique a espécie e o grau de deficiência, com expressa referência ao código correspondente de Classificação Internacional de Doença – CID, bem como a provável causa da deficiência, o qual deverá ser entregue no período de 16 de março de 2009 à 06 de abril 2009, das 8:00 às 12:00 e das 13:30 às 17:00, na Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR, situada na Rua Imaculada Conceição, nº. 1155, Prado Velho, Prédio do SIGA (Suporte Integrado de Gestão Acadêmica).

Caso não apresente o Atestado Médico no momento da inscrição, o candidato será considerado como não portador de deficiência, sem direito à reserva de vaga.

4.3 – A pessoa portadora de deficiência que não a declarar no ato da inscrição, e/ou que não enviar laudo médico conforme determinado no subitem anterior, deixará de concorrer às vagas reservadas aos portadores de deficiência e não poderá impetrar recurso em favor de sua situação.

4.4 – O candidato que se declarar pessoa portadora de deficiência participará do Concurso Público em igualdade de condições com os demais candidatos no que diz respeito ao conteúdo e aos critérios de avaliação da prova.

4.5 – Os candidatos portadores de deficiência que forem aprovados nas etapas previstas no item 8 e que forem admitidos serão avaliados durante o período experimental por equipe multiprofissional, quanto a compatibilidade do exercício das atribuições do cargo com a deficiência de que são portadores.

4.6 – Não será efetivado o candidato que tiver deficiência considerada incompatível com as atribuições do cargo.

4.7 – Na falta de candidatos aprovados para o preenchimento de vaga reservada à pessoa portadora de deficiência, esta será preenchida pelos demais candidatos aprovados.

4.8 – A publicação do resultado final do concurso será feita em duas listas, contendo a primeira a classificação de todos os candidatos – lista geral, inclusive a dos portadores de deficiência, e a segunda, somente a classificação destes últimos – lista especial. 5 -DO NÚMERO DE VAGAS

5.1 – O número inicial de vagas para a contratação imediata na função de Contador, Economista, Administrador e Engenheiro Eletricista é de 01 (uma) vaga para cada função, ficando os demais classificados em cadastro de reserva, para suprimento de outras vagas que vierem a existir dentro do prazo de validade do concurso.

6- DA REMUNERAÇÃO E BENEFÍCIOS

6.1 – Para o cargo de AGENTE PROFISSIONAL, na função de CONTADOR, ADMINISTRADOR e ECONOMISTA o salário inicial é de R$ 1.730,34 (um mil, setecentos e trinta reais e trinta e quatro centavos) e, após 90 (noventa) dias de experiência, o salário passará a ser de R$ 2.162,93 (dois mil, cento e sessenta e dois reais e noventa e três centavos).

6.2 – Para o cargo de AGENTE PROFISSIONAL, na função de ENGENHEIRO ELETRICISTA, o salário inicial é de R$ 1.730,34 (um mil, setecentos e trinta reais e trinta e quatro centavos) e, após 90 (noventa) dias de experiência o salário passará a ser de R$ 2.162,93 (dois mil, cento e sessenta e dois reais e noventa e três centavos), acrescido de R$ 1.789,57 referente à diferença para o salário base da categoria.

6.3 – Aos contratados são conferidos os seguintes benefícios: assistência médica (custo operacional), em que o empregado paga 30% (trinta por cento) das despesas e a empresa os 70% (setenta por cento) restantes; auxílio alimentação ou refeição no valor de R$ 360,00 (trezentos e sessenta reais) mensais.

7 – DA REALIZAÇÃO DO CONCURSO

7.1 – O concurso será realizado em 02 (duas) etapas:

7.1.1 – a 1ª (primeira) etapa consistirá em prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório, conforme programa em anexo e será realizada pela Associação Paranaense de Cultura – Núcleo de Processo Seletivo – PUCPR;

7.1.2 – a 2ª (segunda) etapa, de caráter eliminatório, consistirá em exame médico pré-admissional.

8 – DAS PROVAS E EXAMES

8.1 – A prova escrita de conhecimentos para o cargo de AGENTE PROFISSIONAL, na função de CONTADOR, ECONOMISTA, ADMINISTRADOR E ENGENHEIRO ELETRICISTA consistirá de 40 (quarenta) questões objetivas de múltipla escolha com apenas uma resposta certa, assim distribuídas: 10 (dez) questões de língua portuguesa e 30 (trinta) questões de conhecimentos específicos, valendo 2,5 (dois vírgula cinco) pontos para cada questão certa.

8.2 – A prova escrita de conhecimentos terá duração improrrogável de 03 (três) horas e será considerado apto para a etapa seguinte o candidato que na somatória dos acertos obtiver sessenta (60) pontos ou mais.

8.3 – A realização da 2ª (segunda) etapa prevista no item 7.1.2 terá chamamento parcial, respeitado o interesse da URBS nas possíveis contratações, obedecendo rigorosamente a ordem de classificação prevista no item 10.

8.4 – Os candidatos considerados não aptos na 2ª etapa serão desclassificados do concurso.

9 – DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS

9.1 – As provas escritas serão realizadas no dia 26 de abril de 2009, com início às 09h00 e término às 12h00, nas dependências da Pontifícia Universidade Católica do Paraná-PUCPR, em Curitiba, localizada na Rua Imaculada Conceição, 1155, Prado Velho.

9.2 – O portão será aberto às 08h00 e fechado às 08h45, ficando impedido de realizar a prova o candidato que chegar após este horário. Os relógios da Comissão Organizadora do Concurso serão acertados pelo serviço Hora Certa Brasil Telecom (telefone 130).

9.3 – Não haverá segunda chamada para as provas. A ausência do candidato, por qualquer motivo, inclusive doença ou atraso, implicará sua eliminação do Concurso.

9.4 – No dia da prova o candidato deverá apresentar em sala o documento de identidade original. Caso o candidato não apresente tal documento, ficará impedido de realizar a prova. São considerados documentos de identidade aceitos para este Concurso: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar, pelo Ministério das Relações Exteriores, Carteira de Trabalho e Previdência Social e Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia), na forma da Lei n.º 9.053/97.

9.5 – Os documentos especificados no subitem anterior devem estar em perfeitas condições e devem permitir, com clareza, a identificação do candidato.

9.6 – Em caso de perda ou roubo de documentos, o candidato será admitido para realizar a prova desde que apresente protocolo de solicitação de novo documento, e/ou boletim de ocorrência, devendo ainda assinar declaração de comprometimento de entrega de outro documento, até 24 horas após a realização da prova.

9.7 – Caberá aos fiscais verificarem o cumprimento das exigências previstas constante no item anterior e a coincidência entre a assinatura aposta na lista de presença e o documento oficial de identificação.

9.8 – Será eliminado do concurso o candidato que durante a realização da prova escrita for surpreendido em comunicação com outro candidato, verbalmente, por escrito ou por qualquer outra forma; igualmente, será eliminado do concurso o candidato que, na sala de prova, mantiver em seu poder livros, notas, impressos ou similares, bem como relógio, boné, arma e aparelhos eletrônicos (BIP, telefone celular, calculadora, agenda eletrônica e outros).

9.9 – Será ainda excluído do concurso o candidato que for descortês com qualquer membro da equipe encarregada da realização do concurso.

9.10 – As respostas às questões objetivas deverão ser transcritas para o Cartão de Respostas com caneta esferográfica preta ou azul, devendo o candidato assinalar uma única resposta para cada questão.

9.11 – Será atribuída nota zero (0) à questão da prova escrita de conhecimentos que tenha mais de uma resposta, ou apresente emenda ou rasura, ainda que legível, bem como aquela não assinalada no Cartão de Respostas.

9.12 – É de inteira responsabilidade do candidato o preenchimento do Cartão de Respostas, sendo vedado ao candidato efetuar qualquer alteração no referido documento após entregá-lo. Não haverá substituição do Cartão de Respostas, a não ser em caso de defeito na impressão.

9.13 – Caso necessite de condição especial para a realização da prova, o candidato deverá formalizar o pedido, por escrito, à comissão organizadora do Concurso, indicando o tipo de atendimento de que necessita, até 72 (setenta e duas) horas antes da realização da prova.

10 – DA CLASSIFICAÇÃO

10.1 – A classificação final dos candidatos será determinada pela soma dos pontos obtidos na prova escrita, observada a pontuação mínima exigida.

10.2 – A classificação dar-se-á em ordem decrescente dos pontos obtidos no concurso.

10.3 – Para os candidatos em igualdade de condições nas notas alcançadas, o desempate dar-se-á através dos pontos obtidos na prova de conhecimentos específicos. Persistindo o empate, será classificado o candidato com maior idade.

11 – DOS RECURSOS

11.1 – O gabarito das questões objetivas será divulgado no site www.pucpr.br, até 48 horas após a realização do concurso, e o candidato poderá, até às 17 horas do segundo dia útil seguinte à referida a divulgação, interpor recurso quanto ao gabarito ou à formulação das questões, através de requerimento devidamente fundamentado assinado pelo candidato, com a especificação da revisão a que pretende.

11.2 – O recurso deverá ser protocolado na Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR, situada na Rua Imaculada Conceição, nº. 1155, Prado Velho, Prédio do SIGA (Suporte Integrado de Gestão Acadêmica), após o pagamento de TAXA DE REVISÃO, no valor de R$ 15,00 (quinze reais) por questão recorrida, para o caso de recurso referente às provas objetivas. Os valores das taxas de recurso são para custeio de despesas administrativas e operacionais e deverão ser recolhidas mediante boleto fornecido juntamente com o formulário de recurso.

11.3 – Não será aceito recurso que não estiver devidamente fundamentado, bem como encaminhado de forma diferente ao estabelecido no item 11.1 e 11.2.

11.4 – O recurso será apreciado pela Comissão Organizadora do Concurso. Se o exame dos recursos resultar em anulação de questão, os pontos correspondentes serão atribuídos a todos os candidatos presentes à prova, independentemente de terem recorrido. Em caso de alteração do gabarito oficial, por força de impugnação, as provas serão corrigidas de acordo com o novo gabarito.

11.5 – Uma vez julgados os recursos apresentados, será emitido gabarito oficial definitivo.

11.6 – Não caberá novo recurso após o julgamento dos apresentados nem será concedida revisão, segunda chamada, vistas ou recontagem de pontos da prova.

12- DA ADMISSÃO

12.1 – A admissão obedecerá rigorosamente a ordem de classificação dos candidatos, processando-se de acordo com a disponibilidade de vaga e a necessidade real da Empresa, não havendo obrigatoriedade de contratar o total dos aprovados.

12.2 – Para efeito de contratação, o candidato classificado e apto para a admissão deverá:

12.2.1 – apresentar Carteira de Identidade; Carteira de Trabalho e Previdência Social; Cadastro de Pessoa Física (CPF) regularizado; Título Eleitoral; PIS/PASEP e Comprovante de Endereço atualizado;

12.2.2 – apresentar prova de que está em dia com a obrigação eleitoral;

12.2.3 – entregar cópia autenticada comprovando a escolaridade exigida nos itens 3.1.1.a, 3.1.2.a, 3.1.3.a e 3.1.4.a, emitida por órgão oficial ou entidade reconhecida;

12.2.3.1 – quando for declaração deverá ser entregue a original;

12.2.4 – apresentar Certificado de Reservista ou de dispensa de incorporação, no caso de candidatos do sexo masculino;

12.2.5 – para a função de Agente Profissional/Contador, deverá ter a comprovação de inscrição perante o CRC.

12.3 – O encaminhamento para os exames médicos, de caráter eliminatório, somente será efetuado se o candidato comprovar os requisitos estabelecidos no item anterior.

12.4 – A contratação será regida pela Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, sujeitando-se o empregado às normas e acordos coletivos de trabalho da Empresa.

12.5 – A contratação será em caráter experimental nos primeiros 90 (noventa) dias, ao término dos quais, sendo satisfatório o desempenho do empregado, o contrato converter-se-á, automaticamente, em prazo indeterminado.

12.6 – O candidato será convocado via Telegrama para a admissão. Se recusar-se ou deixar de assumir a vaga dentro de 05 (cinco) dias, será considerado desistente e, portanto, desclassificado do concurso.

12.7 – É facultado ao candidato, quando da convocação, optar pelo final de lista, por uma única vez, alertando-se, porém, que pode ocorrer o término da validade do concurso, sem o aproveitamento do candidato.

12.8 – O candidato deverá manter atualizado o seu endereço perante a URBS – URBANIZAÇÃO DE CURITIBA S.A., Avenida Presidente Affonso Camargo, 330, Bloco Central, Área de Gestão de Pessoas, enquanto da validade deste concurso.

12.9 – Não serão admitidos ex-empregados da URBS que tenham sido desligados por justa causa ou ex-funcionários públicos demitidos a bem do serviço público.

13 – DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

13.1 – A inscrição do candidato implicará pleno conhecimento e a tácita aceitação das condições do inteiro teor deste Edital e demais normas do concurso, atos dos quais não poderá alegar desconhecimento.

13.2 – O prazo de validade do Concurso será de 02 (dois) anos, contados a partir da data da publicação do resultado no Diário Oficial do Estado do Paraná, podendo, a critério, interesse e conveniência da URBS, ser prorrogado por igual período.

13.3 – As publicações decorrentes deste concurso serão realizadas no Diário Oficial do Estado do Paraná.

13.4 – Será excluído do concurso o candidato que fizer declaração falsa ou inexata em qualquer documentação, ainda que verificada posteriormente.

13.5 – A Comissão Organizadora do Concurso terá autonomia para a elaboração das provas e julgamento dos recursos;

13.6 – Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Organizadora do Concurso.

Curitiba, 03 de março de 2.009.

MARCOS VALENTE ISFER
PRESIDENTE DA URBS

ANEXO I

ATRIBUIÇÕES DO CARGO/FUNÇÃO

Cargo: Agente Profissional

Função: Profissional Nível Superior/Administrador

Realizar atividades voltadas ao planejamento, análise e execução de processos que exigem conhecimentos específicos e formação de nível superior, cumprindo normas, obedecendo às políticas gerais e de recursos humanos da URBS. Desempenhar outras atividades correlatas.

Função: Profissional Nível Superior/Contador

Compreende o desenvolvimento de atividades técnicas relativas à sua formação profissional, conforme protocolos estabelecidos ou reconhecidos pela instituição. Planejar e coordenar a execução das ações relativas à gestão contábil e financeira. Efetuar conciliações bancárias. Conciliar contas financeiras e patrimoniais. Elaborar balancetes e balanços contábeis. Desempenhar outras atividades correlatas.

Função: Profissional Nível Superior/ Economista

Compreende o desenvolvimento de atividades técnicas relativas à sua formação profissional, conforme protocolos estabelecidos ou reconhecidos pela instituição. Colaborar na elaboração e execução do Orçamento anual LOA/LDO (Lei de Orçamento Anual). Elaborar demonstrativo da execução orçamentária. Elaborar a programação financeira, repassar e controlar a execução financeira, sob supervisão. Analisar prestação de contas. Instruir processo de prestação de contas anual. Elaborar relatórios, emitir pareceres, registros e análise de atividades, demonstrativos e outros documentos referentes à sua área de execução. Desempenhar outras atividades correlatas.

Função: Profissional Nível Superior/ Engenheiro Eletricista

Supervisionar e organizar equipes de campo correlacionadas com serviços de manutenção e implantação semafórica; Acompanhamento dos serviços de manutenção corretiva e preventiva de cruzamentos semafóricos ou de equipamentos de passagem em nível; Desenvolver e otimizar metodologias empregadas no trabalho de manutenção e implantação de cruzamentos semafóricos ou de passagem de nível; Monitorar escalas de trabalho das equipes de manutenção e implantação; Elaboração de projetos de diagramas elétricos de fases semafóricas; Elaboração de projetos de dimensionamento de cabos elétricos; Calculo de potência de todas as partes que constituem os cruzamentos semafóricos ou de passagem de nível; Confecção de projetos para aterramentos; Elaboração de projetos de dimensionamento de cabos para comunicação de equipamentos semafóricos ou de passagem de nível; Acompanhamento de implantações de equipamentos semafóricos ou de passagem em nível; Projeto do Layout (as built) dos cruzamentos semafóricos e de passagem em nível, contendo: Controlador semafórico ou de passagem em nível; Colunas semafóricas; Braços semafóricos; Caixas de passagem; Tubulações; Disposição de cabos elétricos; Grupos focais (sinalização visual); Redes de comunicação com equipamentos semafóricos ou equipamentos de hierarquia superior; Aterramento; Sensores de atuação; Solicitar orçamentos/levantamentos de materiais/recursos referentes à implantação de projetos de cruzamentos semafóricos e de passagem em nível; Definir estratégia de implantação de projetos em conjunto com os demais engenheiros civis da Unidade; Cotar e negociar preços com empreiteiras para elaboração de orçamentos; Realizar levantamento de custos de serviços de implantação e manutenção de cruzamentos semafóricos e de passagem em nível; Elaboração de relatórios técnicos; Suporte técnico. Representar a empresa perante outros órgãos e instituições.

ANEXO II

PROGRAMA DAS PROVAS

Para o cargo de AGENTE PROFISSIONAL, função de ADMINISTRADOR o programa das provas é o seguinte:

01) Área de Conhecimento: LÍNGUA PORTUGUESA

Compreensão/interpretação de textos de base informativa, argumentativa, instrucional, narrativa e de ordem prática (cartas, ofícios, ordens de serviço, instruções, relatórios, memorandos). Domínio da norma padrão do português contemporâneo, sob os seguintes aspectos: coesão e coerência textual, adequação vocabular/expansão lexical, ambigüidade, sintaxe do período simples e composto, pontuação, regência verbal e nominal, concordância verbal e nominal, colocação pronominal, ortografia oficial, acentuação/crase. Noções de variação lingüística.

02) Área de Conhecimento Específico:

As principais áreas de atuação da Administração. Dinâmica das Organizações. Organização, sistemas e métodos administrativos. Fluxogramação de processos. Gestão de operações. Qualidade e Produtividade. Gestão de serviços. Gestão de estoques. Logística empresarial. Visão, missão e objetivos da organização. Planejamento estratégico. Planejamento Governamental. Legislação Trabalhista e Previdenciária. Lei de Responsabilidade Fiscal. Finanças Públicas. O composto mercadológico. Endomarketing. Comunicação empresarial. Gestão de Pessoas. Treinamento e desenvolvimento. Abordagem Comportamental da Administração. O capital intelectual nas organizações. Planejamento e Controle de Orçamentos. Custos. A função financeira na empresa. Métodos e critérios para avaliação de investimentos de capital. Seleção de projetos de investimento com restrição de capital. Análise de sensibilidade e simulação. Análise das demonstrações financeiras. Planejamento e controle financeiro. Fluxo de caixa operacional (free cash flow). Estimativa do fluxo de caixa e inflação. Capitalização composta, Sistemas de amortização de empréstimos: PRICE, SAC e SAM, Avaliação de fluxo de caixa e Decisões de Investimentos: Valor Presente Líquido – VPL e Taxa Interna de Retorno – TIR.

Para o cargo de AGENTE PROFISSIONAL, na função de CONTADOR, ECONOMISTA E ENGENHEIRO ELETRICISTA o programa da prova da Área de Conhecimento é o seguinte:

01) LÍNGUA PORTUGUESA

Compreensão/interpretação de textos de base informativa, argumentativa,instrucional, narrativa. Domínio da norma padrão do português contemporâneo, sob os seguintes aspectos: coesão e coerência textual, adequação vocabular/expansão lexical, ambigüidade, sintaxe do período simples e composto, pontuação, regência verbal e nominal, concordância verbal e nominal, colocação pronominal, ortografia oficial, acentuação/crase. Noções de variação Lingüística.

02) Área de Conhecimento Específico:

Função: CONTADOR

Serviço público, conceito, serviço privativo do estado, serviço de utilidade pública, prestação de serviço mista, administração pública, organização político-administrativa brasileira, organização da administração pública, princípios da administração pública, contabilidade pública, objeto da contabilidade pública, abrangência, principais objetivos, campo de atuação, siafi e siafem regimes contábeis, regime de caixa, regime de competência, regime adotado no Brasil, sistemas contábeis, sistema orçamentário, sistema financeiro, sistema patrimonial, sistema de compensação, plano de contas, conceitos iniciais, formalidades do registro contábil, relação de contas, tabela de eventos.

Plano plurianual, lei de diretrizes orçamentárias, lei orçamentária anual, orçamento público, funções do orçamento, execução orçamentária, princípios orçamentários, ciclo orçamentário, créditos adicionais, descentralização de créditos, receita pública, receita orçamentária, receita extra orçamentária, estágios da receita, codificação da receita, escrituração contábil, despesa pública, despesa orçamentária, despesa extra orçamentária, categorias econômicas, grupos de natureza de despesa, elementos de despesa, estágios da despesa, escrituração contábil, restos a pagar.

Aspectos relevantes, escrituração contábil, dívida pública, dívida fundada ou consolidada, dívida flutuante, quadro comparativo, escrituração contábil, patrimônio público, conceito, estrutura do patrimônio público, avaliação e mensuração de ativos e passivo, consolidação do patrimônio público, variações patrimoniais, licitações, obrigatoriedade de licitar, procedimentos da licitação, modalidades da licitação, as demonstrações contábeis segundo a lei 4.320/64, convergência às normas internacionais, balanço orçamentário, balanço financeiro, balanço patrimonial, demonstração das variações patrimoniais.

A lei de responsabilidade fiscal, aspectos relevantes, relatórios contábeis de acordo com a lrf.

Função: ECONOMISTA

1) Macroeconomia: contas nacionais; conceitos de produto e de renda agregados macroeconômicos; renda e produto de equilíbrio; consumo, poupança e investimento; multiplicador; setor governo e política fiscal; déficits e dívida publica e políticas de estabilização. Moeda e crédito: conceitos e funções da moeda; base monetária e meios de pagamento; multiplicador monetário; Banco Central e instrumentos de controle monetário e sistema financeiro nacional; Comércio exterior: balanço de pagamentos – conceito e estrutura das principais contas; equilíbrio e desequilíbrio no balanço de pagamentos; taxas de cambio; sistemas de taxas de cambio fixas e flexíveis globalização regionalizada – principais blocos econômicos mundiais.

2) Avaliação do gasto público: noções de análise custo-benefício, justificativas e limitações; o conceito de externalidades; o conceito de custo de oportunidade dos fatores e a idéia de preço-sombra; distinção entre as avaliações social e privada de projetos; indicadores para seleção de projetos: métodos de payback, valor presente, taxa interna de retorno e relação custo benefício.

3) Economia Nacional: o desenvolvimento brasileiro nos últimos 30 anos; choques externos, crise da dívida externa; planos de estabilização econômica; Plano Real; Comércio Exterior, Emprego e Renda.

4) Análise Microeconômica e Organização Industrial: mercado – oferta e procura; demanda – bens normais e inferiores curvas renda- consumo, bens comuns e de Giffen, curvas preço-consumo, curva de demanda; elasticidade; excedente do consumidor; teoria da produção e dos custos: lei dos rendimentos decrescentes e rendimentos de escala, custos totais, médios e marginais, custos fixos e variáveis; curto e longo prazos; estruturas de mercado: concorrência perfeita, monopólio e oligopólio; fundamentos da economia industrial; organização de mercado, formas de concorrência, P &D e evolução tecnológica, organização e crescimento da firma, estratégias competitivas, custos de transação, barreiras à entrada, Processo brasileiro de desenvolvimento industrial e as políticas específicas.

5) Conhecimentos básicos de finanças: introdução a finanças: risco e retorno; volatilidade; diversificação como forma de minimizar o risco; conceitos básicos de derivativos; principais instrumentos: contratos futuros, opções; arbitragem; Commodities; índices; swaps; Fundos de Recursos (fundos de desenvolvimento), Fundos de Empresas Emergentes, Fundos de Aval; Sistema de financiamento de longo prazo: Sistema BNDES; Fundos Constitucionais.

6) Matemática financeira: Juros simples e compostos. Capitalização e operações de desconto. Taxas de juros: nominal, efetiva, equivalentes, real e aparente. Equivalência de capitais. Rendas uniformes e variáveis. Planos de amortização, de empréstimos e de financiamentos. Cálculo financeiro: custo real efetivo de operações de financiamento, empréstimo e investimento. Avaliação de alternativas de investimento em economia estável. Taxas de retorno, taxa interna de retorno.

7) Análise Microeconômica: 1) Determinação das Curvas de Procura. Curvas de Indiferença. Equilíbrio do Consumidor. Efeitos Preço, Renda e Substituição. Elasticidade da Procura. Fatores de Produção. Produtividade Média e Marginal. Lei dos Rendimentos Decrescentes e Rendimentos de Escala. Custos de Produção no Curto e Longo Prazo. Custos Totais, Médios e Marginais, Fixos e Variáveis. Firma no Curto e Longo Prazo. Elasticidade da Oferta. Estrutura de Mercado: Concorrência Perfeita, Concorrência Imperfeita, Monopólio, Oligopólio. Dinâmica de Determinação de Preços e Margem de Lucro. Padrão de concorrência. Análise de Competitividade. Análise de Indústrias e da Concorrência. Vantagens Competitivas. Cadeias e Redes Produtivas. Competitividade e Estratégia Empresarial; 2) Análise Macroeconômica: Sistemas de Contas Nacionais. Sistema de Contas Nacionais no Brasil. Análise de Determinação da Renda – Macroeconomia Neoclássica: curva de oferta de produto e de demanda de trabalho, teoria quantitativa da moeda e o equilíbrio de pleno emprego. Modelo keynesiano simples, o modelo IS-LM e o modelo keynesiano completo. Abordagem de expectativas racionais. Determinantes do consumo e do investimento. Análise de política monetária e fiscal em economias fechadas e abertas sob diferentes regimes cambiais. Dinâmica Econômica. Funções da Moeda. Conceitos de Oferta e Demanda Monetária. Taxa de Juros. Sistema Financeiro Nacional. Instrumentos de Política Monetária. Teorias da Inflação. Crescimento Econômico: modelos de crescimento exógeno e endógeno; 3) Economia Internacional: Teoria do Comércio Internacional: Vantagens Comparativas, Modelo Heckscher-Ohlin; Comércio e Desenvolvimento; Regimes Cambiais: fixo, flutuante e regimes intermediários; Balanço de Pagamentos: estrutura, saldos e formas de financiamento; Instrumentos de Política Comercial: tarifas, subsídios e cotas; Globalização, blocos econômicos regionais e acordos multilateral e bilateral de comércio exterior; O Mercado de Capital Global; Organismos Internacionais: FMI, BIRD, BID, OMC; 4) Economia do Setor Público: Conceito de bem público. Funções governamentais. Conceitos gerais de tributação. Tendências gerais da evolução do gasto público no mundo. Conceitos básicos da contabilidade fiscal: NFSP, conceitos nominal e operacional e resultado primário. “Curva de Laffer monetária” e o financiamento através de senhoriagem. Noção de sustentabilidade do endividamento público. Evolução do déficit e da dívida pública no Brasil a partir da década de 1980. Previdência Social. Sistema tributário. Federalismo. Privatização e regulação no Brasil; 5) Economia Brasileira Evolução da economia brasileira e da política econômica desde o período do “milagre econômico”. Reformas estruturais da década de 1990. Economia brasileira no pós- Plano Real: concepções, principais problemas, conquistas e desafios; 6) Desenvolvimento Econômico e Social: Transformações do papel do Estado nas sociedades contemporâneas e no Brasil. Desigualdades socioeconômicas da população brasileira. Distribuição da renda: aspectos nacionais e internacionais. O papel das principais agências de fomento no Brasil (BNDES, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, agências de fomento estaduais). Noções de Economia do Meio Ambiente; 7) Análise de Projetos e Elementos de Finanças: Estudo de mercado. Previsões de receitas e custos. Métodos de cálculo de depreciação. Projeção de lucros e perdas. Ponto de nivelamento. Investimentos fixos. Projeção de capital de giro. Cronograma financeiro. Esquema de financiamento dos investimentos. Projeção de fluxo de caixa. Critérios de avaliação de investimentos. Taxas de desconto e fator de risco. Análise de custos e benefícios sociais. Capitalização, valor presente e taxa interna de retorno, equivalência de fluxo de caixa, precificação e avaliação de ativos financeiros, modelagem de estrutura a termo de taxa de juros, “duration”. Análise de projetos estruturados (Project Finance): análise de viabilidade do projeto, arranjos de garantia, estrutura jurídica e plano de financiamento. Instrumentos financeiros dos mercados bancário, de seguros, de ações e de derivativos;  8 ) Métodos Quantitativos: Conceitos básicos de probabilidade e estatística. Variáveis aleatórias. Distribuição de probabilidade, distribuição de freqüência e distribuição acumulada. Estatística descritiva. Estimação pontual e por intervalos. Testes de hipótese. Princípios de álgebra matricial. Regressão. Conceitos básicos e aplicações de números índices, medidas de distribuição de renda e concentração industrial; 9) Finanças Corporativas: Mensuração de Risco e Retorno de Ativos.Teoria de Portfólios. Mercados de Capitais Eficientes. O Modelo CAPM. Estrutura de Capital.Custo Médio Ponderado de Capital. Decisões de Investimento e de Financiamento. Política de Dividendos. Opções de compra e de venda, Contratos Futuros, Contratos a Termo, Swaps. Obrigações Conversíveis. Opções reais em projetos. Avaliação do valor da Firma e do valor das ações. Fusões e Aquisições. Governança Corporativa. Estrutura institucional. Instituições componentes e atribuições. Regime de concessões e prestação de serviços públicos. Rede básica e regras de acesso.

Função: ENGENHEIRO ELETRICISTA

Cálculo de circuitos elétricos. Aplicação de dispositivos de comando, controle e proteção. Projeto de instalação elétrica. Características de Lâmpadas e luminárias para semáforos. Projeto de iluminação. Transdutores de vídeo, áudio e dados; sistemas de comunicações e contextualização dos processos de comunicações atuais. Distribuição de pontos de utilização numa instalação elétrica em ambiente urbano. Distribuição de circuito. Dimensionamento de condutores e proteção de circuitos. Proteção contra descargas atmosféricas. Seleção de lâmpadas e luminárias. Implantação de iluminação tipo semáforo em ambiente urbano. Distribuição de pontos de acesso de comunicações. Topologia da rede. Dimensionamento de redes de acesso de comunicações. CAD. Normas NBR-5444/86. NBR-5446/80. NBR 5453/85. NBR-5410/90. NBR-5419/93. NTC 9-01100. Orçamentos, Custos e Relatórios Técnicos.

Concursos por e-mail (grátis)

Copyright © 2007/2011 LRI Sites - Todos os direitos reservados