Português – Nível Superior

Prepare-se com questões de Português

  1. Código da questão: Q994Ca
    Caminheiro que passas pela estrada
    Seguindo pelo rumo do sertão,
    Quando vires a cruz abandonada,
    Deixa-a em paz dormir na solidão.
    (Castro Alves)

    O verso Deixa-a em paz dormir na solidão tem forma inaceitável para a norma culta em:
  2. Código da questão: Q990Ca
    Vivia longe dos homens, só se dava bem com os animais. Os seus pés duros quebravam espinhos e não sentiam a quentura da terra. Montado, confundia-se com o cavalo, grudava-se a ele. E falava uma linguagem cantada, monossilábica e gutural, que o companheiro entendia. A pé, não se aguentava bem. Pendia para um lado, para o outro, cambaio, torto e feio. Às vezes utilizava nas relações com as pessoas a mesma língua com que se dirigia aos brutos exclamações e onomatopeias. Na verdade, falava pouco. Admirava as palavras compridas e difíceis da gente da cidade, tentava reproduzir algumas, em vão, mas sabia que elas eram inúteis e talvez perigosas (Graciliano Ramos, Vidas secas).

    O que há de efetivo na forma de articular as palavras para a personagem de Graciliano Ramos?
  3. Código da questão: Q1113Ca

    Clique
    aqui e leia o texto relacionado com a questão

    Na frase Um projeto de lei que tramita na Câmara quer obrigar instituições públicas e privadas de ensino infantil e fundamental a só vender e oferecer aos alunos alimentos saudáveis. o termo em destaque pode ser substituído, sem prejuízo para o sentido do texto, por
  4. Código da questão: Q993Ca
    Caminheiro que passas pela estrada
    Seguindo pelo rumo do sertão,
    Quando vires a cruz abandonada,
    Deixa-a em paz dormir na solidão.
    (Castro Alves)

    O último verso traz um exemplo de
  5. Código da questão: Q1110Ca
    O sinal indicativo de crase está empregado corretamente em
  6. Código da questão: Q1116Ca
    Assinale a alternativa cujas palavras preenchem, correta e respectivamente, o texto.

    A professora apresentou a um aluno a seguinte tabela nutricional de um produto:


    E recomendou:
    ___________________  a análise dessa tabela e me responda se é um produto benéfico para quem necessita ingerir muitas fibras.

    Ao _______________ a tabela, o aluno concluiu que não, pois a porcentagem de fibras era de 0%.

    Se a pessoa ___________________ uma dieta com muitas frutas e verduras resolverá seu problema, sugeriu ele.

  7. Código da questão: Q1675Ca

    (Ferreira de Moura - 2012 - SEPLAG) A expressão “ O gigante asiático” substitui China, constituindo um importante elemento de:

  8. Código da questão: Q1114Ca

    Clique aqui e leia o texto relacionado com a questão

    Assinale a alternativa que apresenta, correta e respectivamente, as circunstâncias expressas pelos termos em destaque nos trechos a seguir.

    Um projeto de lei que tramita na Câmara... (1.º parágrafo)
    ...alimentos com muito sal, gordura ou açúcar deveriam ser vetados... (2.º parágrafo)
    ...deve ser incentivado, mas não imposto. (4.º parágrafo)
    A gente sente falta, mas a escola fez bem. (último parágrafo)
  9. Código da questão: Q992Ca
    Vivia longe dos homens, só se dava bem com os animais. Os seus pés duros quebravam espinhos e não sentiam a quentura da terra. Montado, confundia-se com o cavalo, grudava-se a ele. E falava uma linguagem cantada, monossilábica e gutural, que o companheiro entendia. A pé, não se aguentava bem. Pendia para um lado, para o outro, cambaio, torto e feio. Às vezes utilizava nas relações com as pessoas a mesma língua com que se dirigia aos brutos exclamações e onomatopeias. Na verdade, falava pouco. Admirava as palavras compridas e difíceis da gente da cidade, tentava reproduzir algumas, em vão, mas sabia que elas eram inúteis e talvez perigosas (Graciliano Ramos, Vidas secas).

    Em geral, o texto de Graciliano Ramos
  10. Código da questão: Q1678Ca

    (Ferreira de Moura - 2012 - SEPLAG) Observe o trecho: “ No aspecto diplomático, os chineses vem fazendo o que bem entendem
    e é um dos países que mais investem nas economias pobres.” De acordo com o Novo Acordo Ortográfico firmado entre os países lusófonos em 29 de setembro de 2008 e em vigor desde 1º de janeiro de 2009, que estabeleceu novas regras para a nova ortografia, podese afirmar em relação à ausência do acento circunflexo no verbo que está: