Concurso DNIT será organizado pela Esaf

Autorizado concurso para prover 1.200 cargos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. Esaf será a organizadora do certame.

Por meio da portaria nº 191, publicada no Diário Oficial da União em 08 de maio de 2012, o Ministério do Planejamento autorizou a realização de concurso público para o preenchimento de 1.200 cargos do quadro efetivo do DNIT em todo o Brasil. A expectativa quanto à publicação do edital cresce ainda mais, já que a Esaf foi oficialmente definida como organizadora do certame.

Atualização 06/11/2012: Concurso DNIT 2012: publicado edital 

As oportunidades estão divididas entre os cargos de Analista de infra-estrutura de transportes (179), Analista administrativo (110), Técnico de suporte em infra-estrutura de transportes (767) e Técnico administrativo (144), sendo as duas primeiras ocupações de nível superior e as demais de nível médio. Os novos servidores do órgão poderão receber salários que vão de um mínimo inicial de R$ 2,5 mil (médio) a até R$ 7, 8 mil (superior).

Além de servir para suprir a carência de profissionais no Departamento, em virtude de aposentadorias e exonerações, o provimento desses cargos favorecerá diretamente a substituição dos trabalhadores terceirizados. Estes, segundo a Portaria, executam atividades em desacordo com a legislação vigente.

O último concurso para o DNIT, realizado no ano de 2009, ofereceu 100 vagas para engenheiros engenheiros civis, com remuneração inicial de R$ 4.267,42.

Os inscritos naquele concurso responderam a prova de língua portuguesa, legislação geral e do DNIT, além de informática e conhecimentos técnicos. Por fim, os contratados foram distribuídos entre a Sede do órgão, em Brasília, e as superintendências dos Estados do Amazonas, Roraima, Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Amapá, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Acre, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

O DNIT é uma autarquia vinculada ao Ministério dos Transportes que tem como missão executar as diretrizes da política nacional de infraestrutura de transportes, garantindo a integração por vias terrestres, ferroviárias e hidroviárias, tanto para o transporte de produtos como para o deslocamento das pessoas.

Por Alberto Vicente