Concurso Saneago: inquérito apura supostas irregularidades

De acordo com a promotora, foi noticiado que os candidatos não puderam destacar o canhoto da prova discursiva que continha o código de barras e a assinatura.

A promotora de Justiça Leila Maria de Oliveira, do Ministério Público de Goiás, instaurou inquérito civil público com a finalidade de apurar supostas irregularidades no concurso público promovido pela Saneago, que teve suas provas aplicadas pelo Instituto Brasileiro de Educação e Gestão (Ibeg) nos dias 19 e 26 de janeiro de 2014.

De acordo com a promotora, foi noticiado que os candidatos não puderam destacar o canhoto da prova discursiva que continha o código de barras e a assinatura do candidato, sendo que esse canhoto é item essencial para comprovação de que realizaram a prova discursiva. “Com o cartão de respostas identificado pela assinatura do candidato, a impessoalidade na correção da prova fica prejudicada”, pondera a promotora.

Há informações também de que houve deficiência na publicação da mudança do local de prova na avaliação do dia 19 de janeiro, uma vez que os candidatos que estavam designados para realizar a prova na Área I da PUC-GO foram recolocados na Faculdade Padrão, o que teria se dado sem a devida publicidade.

Em relação à prova para o cargo de engenheiro realizada ainda em 2013, noticiou-se que o gabarito das dez últimas questões era C C C C C C C A A C, o que implica 80% de preposições iguais. Já na prova aplicada em 19 de janeiro para o mesmo cargo, o gabarito preliminar das mesmas dez questões foi C C X C X C C A A A, ocorrendo novamente uma repetição de preposições iguais.

Ainda sobre a prova para o cargo de engenheiro, chegou ao conhecimento da promotora que, das dez questões de matemática, seis seriam passíveis de anulação, em decorrência de erros de enunciado, de variáveis com nomes trocados e de fórmulas com erro de grafia.

O inquérito vai apurar também suposta irregularidade no gabarito quanto às provas aplicadas aos 26 cargos de nível superior, uma vez que, em provas para 25 cargos, teria ocorrido repetição de gabarito nas questões 1/50, em um universo de 60 questões.

Para os cargos de nível médio, foram realizadas provas para dez deles e, em todas, os gabaritos das questões de 1/50 seriam idênticos, em um universo de 60. Da mesma forma, para os cinco cargos de nível fundamental, os gabaritos seriam idênticos nas questões 1/20.

Foi apresentado ao MP também que, na prova de contador, a partir da questão 31, que deveria abordar questões específicas de contabilidade, a banca explorou 15 questões sobre a lei que trata sobre as Diretrizes Nacionais de Saneamento Básico, não avaliando o conhecimento do candidato sobre a matéria específica de contabilidade.

Por fim, foi noticiado que o candidato não poderia deixar o local de prova com nenhuma anotação ou levando o caderno de prova, podendo carregá-lo apenas se saísse 30 minutos antes do término da prova. Entretanto, mesmo com tal restrição, o Ibeg não teria divulgado os cadernos de provas, impossibilitando a interposição de eventuais recursos.

Como providências iniciais, a promotora requisitou informações ao Ibeg e à Saneago sobre esses fatos e solicitou à Coordenação de Apoio Técnico Pericial (Catep) do Ministério Público avaliação do conteúdo programático exigido para o cargo de contador, confrontado com a prova aplicada.

Informações da Assessoria de Comunicação Social do MP-GO

****

Concurso Saneago: provas práticas em março (27/01/2014)

Foram 18.876 candidatos que concorreram às 162 vagas oferecidas, sendo 32 em Goiânia e as restantes no interior.

A Saneago divulgará no dia 26 de fevereiro de 2014 os locais onde serão aplicados os testes práticos para os aprovados nas provas teóricas ao cargo de agente de sistemas, aplicadas no último domingo, dia 26. Os testes serão aplicados entre os dias 10 e 15 de março. Foram 18.876 candidatos que concorreram às 162 vagas oferecidas, sendo 32 em Goiânia e as restantes no interior.

A abstenção desta última etapa do concurso ficou em 32% do total de 59.522 inscritos, que concorreram a 256 cargos de nível fundamental oferecidos no certame, sendo, além das 162 para agente de sistemas, 52 para agente administrativo, uma para auxiliar de enfermagem do trabalho, três para mecânico de manutenção e 38 para operador de sistemas.

Os resultados finais, já incluídos os prazos para recursos, irão obedecer ao seguinte cronograma: nível médio, resultado em 12 de fevereiro; fundamental, 19 de fevereiro, exceto para candidatos a agentes de sistemas, que terão a prova prática. E nível superior, 25 de fevereiro. Os resultados serão divulgados nos endereços eletrônicos do Instituto Brasileiro de Educação e Gestão – Ibeg – www.ibeg.org.br e www.ibegconcursos.com.br, onde os gabaritos dos exames são publicados no dia seguinte à aplicação das provas.

Certame
As provas do Concurso foram aplicadas em duas etapas: a primeira no dia 19 último para os candidatos a cargos de nível superior (manhã) e médio (tarde); para concorrentes a cargos de nível fundamental as provas foram realizadas no período da tarde deste domingo, dia 26. Foram 11 pontos de provas na capital e 75 no interior, divididos por Morrinhos, Jataí, São Luiz de Montes Belos, Porangatu, Palmeiras, Formosa, cidade de Goiás, Santa Helena de Goiás, Rio Verde, Luziânia, Itumbiara, Iporá, Rialma, Catalão, Inhumas e Campos Belos.

Os índices de abstenção foram de 40% entre candidatos dos níveis superior e médio e de 32% para os do fundamental, percentuais que, apesar de altos, foram considerados dentro da média registrada em outros concursos. “Para se ter uma ideia, o Enem – que além de obrigatório, é um dos mais conhecidos e divulgados do País – teve abstenção de 38%. Com média de 36% nas duas etapas, não estamos longe desta realidade”, avalia Silvana Silva, presidente do Ibeg.

Mais informações: (62) 3243-3175

Fonte: Goiás Agora

****

Concurso Saneago: novas provas serão aplicadas em janeiro (23/11/2013)

As novas provas serão aplicadas nos dias 19 e 26 de janeiro de 2014

Os representantes da Saneago e do organizador IBEG – Instituto Brasileiro de Educação e Gestão divulgaram no dia 22/11 um informe sobre a continuidade do concurso público. Foi anunciado que as novas provas serão aplicadas no dia 19 de janeiro para os candidatos a vagas de nível superior e médio, e no dia 26 para os candidatos a cargos de nível fundamental.

Todos os que se inscreveram ao certame estão automaticamente inscritos.

Os locais serão divulgados assim que definidos e as provas serão aplicadas em Goiânia e outras 17 cidades do interior. O Edital poderá ser acessado logo mais nos endereços www.saneago.com.br e www.ibegconcursos.com.br.

Fonte: Saneago

***

Concurso Saneago 2013: MP pede cancelamento total (06/08/2013)

Promotoria do MP-GO recomenda anulação total do concurso da Saneago.

A promotora de Justiça do Ministério Público de Goiás (MP-GO), Leila Maria de Oliveira, recomendou ao presidente da Saneago, José Gomes da Rocha, que determine a anulação de todas as provas do concurso público do órgão, regido pelo Edital nº 1, de 26 de abril de 2013. De acordo com a promotora, o concurso está marcado por irregularidades, em relação à sua condução.

Conforme apontou Leila Maria, o concurso público já foi maculado pela sexta retificação do edital, publicada às 22h30 do dia 29 de junho de 2013, dia anterior à aplicação da prova. O horário em que foi feita esta retificação, tendo em vista que a aplicação da prova teria início às 8 horas do dia 30 de junho, impossibilitou os candidatos de terem conhecimento das alterações definidas. “Somente esta irregularidade já é motivo para anulação de todo o certame, pois os candidatos devem ter plena ciência de todas as alterações do edital, em tempo hábil”, afirmou. No entanto, a promotora destaca que este foi apenas um dos motivos para recomendar a anulação das provas.

Ela cita que inúmeras representações foram feitas à promotoria relatando irregularidades. Entre elas estavam o fato de candidatos terem saído da sala de provas com o caderno de questões apenas 20 minutos após o início do certame e a não remoção do canhoto da prova com o nome do candidato. Além disso, foi apontado que candidatos estavam com celular durante toda a realização da prova, que não foram coletadas digitais em algumas salas e que os candidatos que iam ao banheiro sequer passavam pelo detector de metais.

Diante desta exposição de motivos, o presidente da Saneago e diretores presentes à reunião manifestaram que acolherão plenamente a recomendação, que deverá ser enviada até amanhã ao órgão. No documento também constará a sugestão para que seja rescindido o contrato firmado com o Instituto Brasileiro de Educação e Gestão (Ibeg), devendo a empresa contratada ter plena capacidade para a realização do concurso público. A promotora salientou, contudo, que o prazo para a realização de nova licitação para a escolha de empresa organizadora do concurso é de discricionariedade da Saneago.

Entenda

Mais de 95 mil candidatos fizeram as provas do certame, que ofereceu vagas para cargos de nível fundamental, médio e superior. Destes, houve problemas na impressão do cartão resposta de cerca de 40 mil candidatos que concorriam a cargos de nível fundamental e de todos os cargos de nível médio, envolvendo mais de 25 mil candidatos. Inicialmente, o MP-GO recomendou a anulação apenas das provas para os cargos em que houve o problema de impressão. Agora, após a apuração das irregularidades, a promotora reforça a impossibilidade de prosseguimento do certame.

Com informações da Assessoria de Comunicação Social do MP-GO

***

Saneago divulga esclarecimento sobre concurso (03/07/2013)

Empresa informa que as provas do concurso serão parcialmente canceladas.

A Saneamento de Goiás S.A – SANEAGO, divulgou nota de esclarecimento aos inscritos no concurso público por ela promovido. O comunicado diz que a empresa, em face da recomendação do Ministério Público, exarada no Ofício Recomendação nº 005/2013, datada de 02/07/2013, torna público, que anuiu com a recomendação ministerial de cancelamento parcial das provas aplicadas para o nível médio e alguns cargos do nível fundamental. Foram detectadas incompatibilidades entre as provas e as folhas de respostas, elaboradas pelo Instituto Brasileiro de Educação e Gestão – IBEG, e isso ocasionou a anulação de 20 das 60 questões (um terço da prova) das provas de nível médio, bem como de 10 das 40 questões de alguns cargos do nível fundamental.

A Saneago comunica aos senhores candidatos que até o próximo dia 08 de julho de 2013, divulgará o número de candidatos e os cargos que passarão por novas provas. Também serão realizados os trabalhos para a reestruturação das provas a serem aplicadas, com datas e locais.

As provas relativas ao nível superior e ao nível fundamental, que não foram atingidas pelas inconformidades detectadas nos cartões respostas, serão mantidas.